AS EXPERIÊNCIAS QUE FAZEM A DIFERENÇA

Você já pensou nisso?

Lidamos com nossos desafios e muitas vezes nos perguntamos:

Como esse aprendizado poderá ser útil em outro momento? É possível encontrar excelentes oportunidades com ele?

Se você nunca se questionou dessa forma, é possível que em algum momento possa fazê-lo. E diante mão posso lhe assegurar que somente assim é que aprendemos. Os grandes pensadores são grandes exemplos disso. Eles aprenderam a refletir e dessa forma saíram de sua zona de conforto. Entendendo que nossas vivências são as melhores lições, é que adotamos o processo de “modelagem’. Ou seja, aprendemos com aqueles que admiramos de alguma forma. Seja ele nossos pais, professores, amigos, familiares, colegas de trabalho e assim sucessivamente. São nossas experiências que fazem a diferença.

No entanto há quem se paralisa diante de um desafio, seja ele profissional ou pessoal. Normalmente o primeiro pensamento é: “Eu não conseguirei”, ou “isso não é para mim”. E dessa forma elimina uma boa possibilidade de acerto. Porque ele já está predisposto a não conseguir o que deseja. Dessa forma perde uma grande chance de desenvolvimento. Você já se viu pensando assim? Se sua resposta foi afirmativa, peço que comece a pensar diferente. Saiba que você nasceu para brilhar, acredite!

Mesmo sabendo que todos nós temos limitações, a melhor forma de crescermos é comparar nossas experiências atuais, com as experiências passadas. Só assim nos permitimos evoluir.

Diante de situações incômodas, o ideal é aproximar-se mais delas. Confesso que sempre gostei dessa parte. Mesmo antes de ser Coach, costumava aplicar essa prática. E foi assim que várias oportunidades surgiram. Permita-se aprender, mesmo não gostando do que faz.

Outro dia estive a observar nossa gatinha de estimação! Ela insiste em deitar na nossa cama. Se a retiramos mil vezes, é certo que mil vezes ela voltará para lá porque a experiência lhe mostrou que uma hora cansaremos de retirá-la e ela terá atingido seus objetivos. Da mesma forma somos nós em alguma fase da vida. Imagine uma criança. O que importa é atingir o foco que são as brincadeiras. No entanto ao crescermos criamos várias limitações que estão somente em nossa mente. A forma como nos relacionamos com nossos pensamentos é o que define nossos resultados.

Quando nos permitimos aprender, abrimos as portas para uma maior interação social. Temos vida afetiva e familiar mais saudável, e provavelmente surgiram várias questões tais como:

- Como devo agir se algo não ocorreu como eu esperava?

- Como posso fazer a diferença em minha vida e na minha comunidade?

- Como posso influenciar pessoas?

- Como lidar com minhas próprias atitudes?

Diferentes tipos de questões surgirão. Portanto entre em ação! Agora!

E caso encontre pensamentos sabotadores que te impeça de obter resultados plenos, me procure!

Coach e Practitioner em PNL